13 janeiro 2011

A imagem reencontrada


De 14 a 27 de janeiro de 2011, o cinema do Instituto Moreira Salles apresenta a mostra “A imagem reencontrada”, que presta uma homenagem ao festival Il cinema ritrovato, que ocorre anualmente em Bolonha, na Itália.  

A programação tem como destaque a exibição de filmes estrangeiros raros em novas cópias 35mm, restaurados pelo laboratório L’immagine ritrovata, da Cineteca di Bologna, um dos mais reconhecidos laboratórios de restauro de filmes do mundo. Dentre estes títulos estão A trapaça, de Federico Fellini, O trabalho, de Ermanno Olmi, Anotações para filmar Orestes na África, de Pier Paolo Pasolini, De volta à África, de Lionel Rogosin, Lulu, de Georg W.Pabst, e um programa com 10 documentários curtos dirigidos por Vittorio de Seta, descritos por Martin Scorsese como “uma viagem a um paraíso perdido”.

Ainda nesta programação, serão exibidos filmes recentemente restaurados no Brasil, como “Fábula”, de Arne Sucksdorff, “Eles não usam Black-tie”, de Leon Hirzsman e “A hora da estrela”, de Suzana Amaral.

No dia 18 de janeiro, às 19h30, será realizado um debate com Hernani Heffner, da Cinemateca do MAM-RJ, Débora Butruce, do Centro Técnico do Audiovisual (CTAv) e Tatiana Carvalho, da Reserva Técnica Fotográfica do IMS-RJ, em que será discutido o processo de restauração cinematográfica.


Postado por Tais Carvalho

Um comentário:

  1. Muito legal a informação. Pena que moro em são Paulo. abços.

    ResponderExcluir

O maior prazer que um blogueiro é receber um comentário bacana. Não precisa puxar o saco se você não gostou, mas deixe seu ponto de vista numa boa. Comente, opine com respeito e fiquei a vontade para deixar o link do seu blog ou página! Abraços e volte sempre!

 
Click Jogos Online Resultado Loterias